______________________________________________________

Os autores:

 Gary Keller é o presidente do conselho e cofundador da Keller Williams Realty, Inc., a maior empresa de gestão de ativos da América do Norte.

Jay Papasan é vice-presidente editorial da Keller Williams, palestrante e coach executivo.

______________________________________________________

INTRODUÇÃO

Se a quantidade de tempo é a mesma para todos, por que algumas pessoas obtêm resultados tão superiores? A resposta a essa pergunta é o tema do livro: uma única coisa é o melhor caminho para se conseguir o que se quer. 

Para obter êxito é necessário ignorar o que pode ser feito e focar no que deve ser feito. É fazer poucas coisas, mas da melhor maneira possível. 

Assim como num dominó, em que a primeira peça produz um efeito em cascata, podemos alcançar resultados extraordinários estabelecendo prioridades e focando nossa energia no que for mais importante a cada etapa do processo.

Provas de resultados excepcionais pela aplicação desse princípio estão em todo lugar. Nosso desafio hoje é lidar com um volume absurdo de informação sem deixarmos de ser intencionais e focados naquilo que é a nossa ÚNICA Coisa.

PARTE 1 – AS MENTIRAS

Normalmente, agimos de acordo com o que acreditamos mesmo quando não deveríamos crer. Acreditar na ÚNICA Coisa é desafiador porque somos bombardeados por falácias e narrativas que nos enganam e confundem. 

Mentira 1: TUDO IMPORTA IGUALMENTE

Somos diferentes, fazemos escolhas diferentes e temos resultados diferentes. O mais importante é ter uma fórmula clara de tomada de decisões para fazer boas escolhas. Nem tudo importa igualmente e o sucesso não é conquistado por quem faz mais. Listas podem ser inestimáveis como coleção de nossas melhores intenções ou tiranas enquanto obrigações irrelevantes.

O Princípio de Pareto diz que 20% do nosso esforço determina 80% do nosso resultado. Independente da exatidão percentual, o princípio, facilmente comprovável, revela que algumas coisas importam muito mais que outras.

Mentira 2: MULTITAREFAS

Se fazer a coisa mais importante é o mais importante, por que fazer duas coisas ao mesmo tempo?

É normal considerar uma qualidade o fato de conseguir fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. Na verdade, multitarefeiros adoram irrelevâncias e são medíocres em tudo. Costumam tomar mais decisões equivocadas ao favorecer novas informações em detrimento de antigas.

A armadilha é que nos sentimos demandados demais no tempo que temos. Nossa atenção é atraída constantemente por e-mails, aplicativos, pessoas, etc., fazendo-nos alternar entre tarefas e pagando um preço imperceptível.

Mentira 3: UMA VIDA DISCIPLINADA

Um dos mais prevalentes mitos culturais é o da auto-disciplina. Porém, o sucesso não é uma maratona de ações sistematizadas. O que precisa ser feito é direcionar e manejar a disciplina apenas para criar o hábito adequado sobre o que precisa ser feito.

Trata-se de fazer a coisa certa e não tudo certo. O truque é escolher o hábito certo e reunir disciplina suficiente para estabelecê-lo. Estudos apontam 66 dias como o período médio necessário para a criação desse hábito.

Mentira 4: A FORÇA DE VONTADE ESTÁ SEMPRE À DISPOSIÇÃO

É fácil invocar a força de vontade para ter sucesso mas, quando o fazemos no momento errado, gera cansaço e frustração. A força de vontade tem quantidade limitada e recarregável. 

Pesquisas apontam que a habilidade de prorrogar a satisfação (força de vontade) é um grande indicativo de sucesso futuro, assim como apontam que, devido à nossa própria estrutura cerebral, o cansaço mental nos torna mais vulneráveis a não usar essa habilidade.

Como nossa  força de vontade tem quantidade limitada e é recarregável, precisamos protegê-la diariamente assim como priorizar nossa tarefa mais importante quando ela estiver no máximo.

Mentira 5: UMA VIDA EQUILIBRADA

Uma vida equilibrada é um mito pois, não existe equilíbrio absoluto. Resultados extraordinários requerem foco e dedicação de tempo ao que mais importa em detrimento de outras coisas. 

Com a especialização profissional gerada pela organização do trabalho, difundiu-se a ideia de equilíbrio entre vida e trabalho. O problema é que querer viver equilibradamente, cuidando de todas as coisas, te afasta do que realmente importa. 

O ideal é priorizar corretamente e balancear o tempo gasto em outras questões que ficaram com menos tempo dedicado. Sair do ponto de equilíbrio é inevitável e a questão é saber por quanto tempo deve-se ficar nesse estado.

Mentira 6: GRANDE É RUIM

Muitas vezes, somos impedidos de alcançar nossos objetivos não por obstáculos, mas por um caminho livre que leva a um objetivo menor. 

É comum confundir grande com ruim pelo fator intimidante da grandeza. Inconscientemente, consideramos que grandes resultados sempre vêm acompanhados de grandes sacrifícios e que o sucesso gera estresse. Preferimos minimizar nossa trajetória por trazer uma sensação de conforto e segurança.

Como não conhecemos nossos limites, é melhor pensar grande do que pequeno, nos abrindo às melhores e maiores possibilidades.

PARTE 2 – A VERDADE

Viver acreditando nas mentiras do sucesso é frustrante e estressante. Para mudar de rota é preciso relaxar e desafiar os axiomas do sucesso.

A QUESTÃO DO FOCO

Se toda grande jornada começa com o primeiro passo, tão necessário quanto dar o primeiro passo, é saber para onde dar este passo. Essa é a Pergunta Foco. É uma questão necessária para se iniciar qualquer ação.

A vida é uma pergunta e como a vivemos é a resposta. Elaborar as perguntas que fazemos a nós mesmos é que determinará as respostas que definirão nossa vida.

A Pergunta Foco é um mapa para o mais amplo e uma bússola para o foco simples: Qual a ÚNICA Coisa que posso fazer de modo que, ao fazê-la, o restante se torne mais fácil ou desnecessário?

Ela te dá o rumo e o primeiro passo.

O HÁBITO DO SUCESSO

Hábitos podem ser difíceis de quebrar e certamente o são de criar, mas estamos o tempo todo adquirindo novos hábitos. Nesse caso, a Pergunta Foco é: Qual hábito mais poderoso posso criar?

A Pergunta Foco é o hábito base para resultados extraordinários e deve ser aplicado às áreas importantes da vida na sequência de prioridades: espiritual, saúde, física, vida pessoal, relacionamentos, trabalho, negócios, finanças.

O CAMINHO PARA GRANDES RESPOSTAS

A Pergunta Foco ajuda a identificar a ÚNICA Coisa em qualquer situação, clareando o que se deseja e como chegar até lá. É preciso fazer uma grande e específica pergunta para chegar a uma grande e específica resposta. Esse é o simples hábito do sucesso.

Uma grande resposta é composta de três partes:

  1. Realizável: Já está ao alcance de seu conhecimento. Zona de conforto.
  2. Esticada: Será preciso pesquisar e estudar um pouco. O primeiro passo em direção à sua resposta é estudar a experiência de quem já alcançou os objetivos que se está procurando.
  3. Possível: Está no limite do que se pode alcançar. Pessoas bem sucedidas escolhem viver fora de sua zona de conforto, no limite do que podem conquistar.

PARTE 3 – RESULTADOS EXTRAORDINÁRIOS

A fórmula para implementar a ÚNICA Coisa e alcançar resultados extraordinários é: intenção, prioridade e produtividade.

Nossa ÚNICA Coisa grande é nosso propósito e, a pequena, a prioridade sobre a qual atua para conquistá-la. Nossa intenção deve ser nossa bússola e nosso propósito a força-guia que determina nossas ações prioritárias.

Esses elementos conectados e alicerçados um sobre o outro determinam nosso sucesso: INTENÇÃO => PRIORIDADE => PRODUTIVIDADE => LUCRO

VIVA COM INTENÇÃO

Nossas intenções determinam nossas prioridades (aquilo que julgamos mais importante), as quais determinam a produtividade de nossas ações.

Vamos sendo moldados à medida que fazemos escolhas e nosso destino é o resultado de nossas decisões.

É comum vivermos em busca da felicidade associando-a a conseguir dinheiro. O problema é que é de nossa natureza desejar sempre mais e nunca ficar satisfeito. Quando se tem um propósito claro, isso não acontece pois sua satisfação não depende mais exclusivamente do que se possui.

O propósito é nossa fonte de força pessoal, força de convicção e força de perseverança. É saber o que importa para nós e agir diariamente de acordo com isso.

VIVA COM PRIORIDADE

Se o propósito aponta para onde se deseja chegar, a prioridade te diz como chegar lá e, sem prioridade, o propósito não tem poder.

Tendemos a enxergar recompensas futuras com desdém, como se a distância temporal diminuísse nossa motivação em alcançá-la. Mas a verdade é que nosso sucesso nada mais é do que a adequada sucessão de prioridades ao longo do tempo. É o efeito dominó posto em prática:

  • Objetivo de hoje e respectiva prioridade
  • Objetivo de uma semana e respectiva prioridade
  • Objetivo de uma mês e respectiva prioridade
  • Objetivo de um ano e respectiva prioridade
  • Objetivo de cinco anos e respectiva prioridade
  • e assim sucessivamente…

VIVA COM PRODUTIVIDADE

Produtividade tem mais relação com prioridades e planejamento do que com ocupação e esforço. 

Pessoas produtivas alcançam melhores resultados por fazerem de sua prioridade sua ÚNICA Coisa. Concentram-se no que é mais importante na maior parte do tempo pois, se resultados extraordinários vêm de uma atividade, deve-se dedicar tempo desproporcionalmente a essa atividade.

Sendo o tempo o mesmo para todos, sua gestão é que diferencia os resultados. Uma boa gestão separa adequadamente o tempo de descanso, o tempo de planejamento e o tempo de dedicação à ÚNICA Coisa.

OS TRÊS COMPROMISSOS

Alcançar resultados extraordinários requer três compromissos com sua ÚNICA Coisa:

  1. Seguir o caminho da maestria.
  2. Mudar de “empreendedor” para “proposital”
  3. Viver o ciclo de responsabilização

O primeiro compromisso fala de dar o melhor de si para se tornar o melhor possível no seu trabalho mais importante. É aprender constantemente numa jornada sem fim.

O segundo compromisso diz respeito à tendência que temos de funcionar no modo “empreendedor”. Nos envolvemos em nossas atividades em uma zona de conforto que limita nossos resultados. O ideal é operarmos no modo “proposital”. Além de fazermos nosso melhor, temos que tentar fazer o melhor que pode ser feito. Essa abordagem nos faz buscar novas habilidades, forçando-nos a ultrapassar nossos limites. 

Por fim, o ciclo de responsabilização é o fundamento de nosso sucesso. É aprender com os contratempos e seguir em frente sem se vitimizar defendendo suas ações, habilidades, modelos e sistemas. É procurar honestamente enxergar a realidade ao invés de brigar com ela.

OS QUATRO LADRÕES DA PRODUTIVIDADE

  1. INABILIDADE DE DIZER NÃO: O jeito de proteger sua produtividade é dizendo “não” a tudo que possa afetá-la. Quando focamos em algo, automaticamente dizemos inúmeros “nãos” às nossas distrações.
  2. MEDO DO CAOS: No caminho para resultados extraordinários é inevitável que haja desleixo, inquietação, confusão, desordem. O segredo é ser criativo e lidar adequadamente com esse caos criado no processo.
  3. MAUS HÁBITOS DE SAÚDE: O mau gerenciamento da energia pessoal, que é vital para nossas grandes realizações, é um ladrão silencioso da produtividade. Ter um plano energético diário considerando exercícios físicos, espirituais, alimentação adequada, etc, é uma chave para a máxima produtividade.
  4. O AMBIENTE NÃO O APOIA EM SEUS OBJETIVOS: Devemos criar um ambiente em que as pessoas e coisas que nos cercam sejam base da nossa ÚNICA Coisa e não ladrões de nossa produtividade. 

A JORNADA

O sucesso se resume a ser adequado aos momentos de sua vida estando onde se deve estar e fazendo o que se deve fazer.

Quando nos lançamos naquilo que é o mais vasto que podemos visualizar, viveremos da maneira mais grandiosa possível. Nosso desafio é agir corretamente conforme nossa visão, sendo nosso primeiro passo nossa ÚNICA Coisa.