Declarando ETFs

Os investimentos em ETFs devem ser lançados em dois momentos: na hora de declarar o saldo e os rendimentos correspondentes ao período.

  1. Entre na ficha de Bens e Direitos, clique em novo e depois selecione a opção 74 – fundos, ações, fundos mútuos de privatização, fundos de investimento em participação e fundos de investimentos de índice de mercado
  2. Coloque o CNPJ da instituição financeira que administra o ETF. Na Discriminação, coloque os dados do ETF conforme o padrão “ETF – [nome do título]”
  3. No campo Situação 31/12/2020, é preciso somar o valor do ETF que você está declarando. Nesse cálculo, entram também os custos de corretagem.

Após declarar o saldo, é preciso declarar os resultados das operações realizadas. Declare eventuais lucros e prejuízos de todos os meses do ano.

Importante: separe as operações comuns, em que a data de compra é diferente da data de venda, das operações Day Trade que começam e terminam no mesmo dia e a alíquota é de 20%.

Continuar a jornada:

ETFs de Renda Fixa

Saiba mais sobre as alíquotas de IR sobre ETFs de Renda Fixa.

ETFs de Renda Variável

Conheças as regras de IR sobre ETFs de Renda Variável.

Resultados de ETFs

Saiba como declarar seus rendimentos com ETFs.

Não sabe como declarar seu IR na Bolsa?

Conheça a Akeloo