Declaração de aluguéis pagos e recebidos no Imposto de Renda

Para quem paga / inquilino:

Com exceção de casos específicos como em MEI ou autônomos, os aluguéis não são dedutíveis de IR. Ainda assim, devem sempre ser declarados.

Ficha de Pagamentos Efetuados:

  1. Escolher o cód. 70 – Aluguéis de imóveis
  2. Informar o CPF ou CNPJ do locador
  3. Informar o nome do locador
  4. Informar o valor total pago ao longo do ano

tela de pagto de alugueis

Detalhes importantes:

  • despesas como IPTU e condomínio não são considerados como valor de aluguel e devem ser desconsiderados para fins de IRPF
  • para aluguéis que são divididos entre várias pessoas, o ideal é que todas façam parte de contrato de locação e façam a declaração de seus respectivos valores pagos 
  • não há regra específica quanto à comprovação dos pagamentos mas recibos de transferência bancária servem para essa finalidade

Para quem recebe / locador:

O aluguel recebido é considerado rendimento tributável conforme tabela progressiva do IR:

Base de cálculo mensal Alíquota de IR
Até R$ 1.903,98 Isento
De R$ 1.903,98 até R$ 2.826,25 7,5%
De R$ 2.828,26 até R$ 3.751,05 15%
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5%
Acima de R$ 4.664,68 27,5%

Sendo o inquilino pessoa jurídica, ele próprio é responsável pelo recolhimento do imposto e fica obrigado a enviar o Informe de Rendimentos ao proprietário. Com base no Informe de Rendimentos, basta ao proprietário declarar:

Ficha de Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica

  1. Informar o CNPJ do inquilino
  2. Informar o nome do inquilino
  3. Informar os rendimentos recebidos
  4. Informar o IRRF

tela da ficha de Rendimentos Recebidos de PJ no IRPF2022

Sendo o inquilino pessoa física, caso mais comum no Brasil, cabe ao proprietário o recolhimento mensal do tributo, conforme a tabela progressiva acima. O prazo para o recolhimento é o último dia útil do mês subsequente ao recebimento do aluguel.

Uma possibilidade para controle e pagamento do tributo é através do programa carnê-leão do ano vigente aos recebimentos. Após o preenchimento do carnê-leão, basta emitir a DARF através do Sicalcweb sob o cód. 190.

Preenchimento do Carnê-Leão

    1. Acessar o carnê-leão através do portal e-Cac
    2. Clicar em Rendimentos no menu lateral esquerdo
    3. Clicar em + Rendimento na parte superior direita da tela
    4. Clicar em Outros Rendimentos
    5. Escolher a opção Aluguel em Natureza
    6. Informar a data do recebimento
    7. Informar no campo Histórico de quem se está recendo o aluguel com seu respectivo CPF
    8. Informar o valor recebido e, se for o caso de o declarante arcar com IPTU, condomínio e taxa de administração do imóvel locado, preencher o valor a ser deduzido no campo Valor Exclusão/Dedução
    9. Verificar na opção Demonstrativo, no menu lateral esquerdo, se houve imposto devido e, sendo o caso, gerar a respectiva DARF através do ícone de impressora na parte inferior da tela
    10. informar o valor pago na linha Imposto Pago

tela do carnê leão para lançamentos de aluguéis recebidos

COMO DECLARAR

  • No programa IRPF 2022, abrir a ficha Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física/Exterior
  • Estando marcadas as abas Titular (se este for o caso) e Outras Informações, clicar em Importar Dados do Carnê-Leão
  • Os dados são importados e já podem ser visualizados no programa IRPF 2022

tela de declaração de aluguéis no IRPF2022

Importante

  • Caso o contribuinte deseje, é possível preencher manualmente a ficha Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física/Exterior com os valores mensais recebidos de aluguel. Nesse caso não é necessária a utilização do programa Carnê-Leão. É comum isso acontecer quando os valores recebidos de aluguel estão na faixa de isenção.
  • Os proprietários que recebem aluguel mas que também são inquilinos não podem fazer a compensação dos valores. É preciso considerar separadamente as rendas recebidas e os valores pagos e adotar para eles os procedimentos já abordados.
  • casais que recebem aluguel de um imóvel adquiridos após o casamento, em regime de Comunhão Parcial de Bens, podem declarar separadamente metade do valor recebido, se assim desejarem

Continuar a jornada:

Como calcular e pagar o IR?

Saiba como calcular seu preço médio, gerar DARFs e muito mais.

A isenção dos R$ 20 mil

Saiba como declarar seus lucros isentos na Declaração Anual de IR.

Day Trade

Saiba como declarar seus lucros e prejuízos com Day Trade.

Dividendos

Saiba como declarar seus rendimentos com Dividendos.

Juros sobre Capital Próprio

Saiba como declarar seus Juros sobre Capital Próprio.

Não sabe como declarar seu IR na Bolsa?

Conheça a Akeloo