Títulos de capitalização são produtos financeiros que não têm como atrativo a rentabilidade — mas a possibilidade de ser sorteado. 

De outro modo, o comprador de um título de capitalização recebe um ou mais números para concorrer a prêmios sorteados pela loteria federal

Em alguns casos, ao final de um período, o comprador recebe de volta uma parte do valor corrigido — geralmente, pela TR (Taxa Referencial) + uma taxa combinada no ato da contratação.

Para os títulos de capitalização, existem planos mensais, com pagamento em parcelas por um período pré-determinado, planos periódicos, com pagamentos eventuais, e planos de pagamento único. Os tipos de planos autorizados pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) são:

CAPITALIZAÇÃO TRADICIONAL: restitui ao titular, ao final do prazo, no mínimo o valor total dos pagamentos efetuados, contanto que todos os pagamentos tenham sido feitos nas datas programadas;

➔ CAPITALIZAÇÃO POPULAR: viabiliza a participação do titular em sorteios — contudo, não é prevista a devolução do valor pago;

➔ CAPITALIZAÇÃO COMPRA-PROGRAMADA: ao preencher a ficha de cadastro o titular já indica como quer receber o valor pago de volta — em dinheiro ou na forma de um produto e/ou serviço. Atualmente, essa modalidade é pouco comercializada;

➔ CAPITALIZAÇÃO INCENTIVO: vinculado a um sorteio ou evento promocional. Para concorrer, o titular precisa estar com os pagamentos em dia;

CAPITALIZAÇÃO FILANTROPIA PREMIÁVEL: ao contratar, o titular adquire o direito de participar de sorteios e, ao mesmo tempo, contribuir com entidades beneficentes de assistência social — cedendo às entidades o direito de resgatar o valor empenhado;

➔ CAPITALIZAÇÃO INSTRUMENTO DE GARANTIA: usado, por exemplo, como garantia no aluguel de imóveis nos casos onde o interessado na locação não conta com um fiador. O titular contrata um plano de capitalização no valor equivalente a alguns meses de aluguel e, ao fim do contrato, pode resgatar o valor que pagou.

Alguns títulos de capitalização têm prazo de carência — ou seja, um período mínimo para resgate. Caso o comprador peça o resgate ou cancele o título antes, somente receberá o valor depois do vencimento da carência — abrindo, ainda, a possibilidade de perder uma parcela do valor que já pagou, uma vez que as instituições contam com autorização legal para realizar esse desfalque nesta situação.

Dica da Akeloo: Muitas vezes o cálculo e apuração dos resultados para o Imposto de Renda pode se tornar uma tarefa complexa e trabalhosa. Para ajudar nesse processo, a Akeloo oferece uma Calculadora de Imposto de Renda para investimentos de renda variável, que calcula de forma automatizada todos os valores que precisam ser preenchidos na declaração anual, além de calcular e gerar os DARF’s que precisam ser pagos. Clique aqui e saiba mais.

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.