O ativo-objeto é um termo utilizado nos mercados de derivativos e futuro. Essas operações derivam desse ativo, também chamado de ativo subjacente ou ativo-base. Exemplo: petróleo, ouro e dólar são alguns dos ativos-objetos mais comuns do mercado. Tomando esses ativos como referência, formam-se, por exemplo, os mercados futuros de petróleo, ouro e dólar. Na prática, funciona assim: o preço atual desses ativos-objetos acaba sendo o ativo de referência para o mercado futuro de petróleo. Portanto, o investidor aplica e prevê os valores que esses ativos-objetos podem atingir no futuro, baseando-se no preço atual. O investidor ganha com a variação positiva e perde com a variação negativa dessa aplicação na Bolsa de Valores.

Dica da Akeloo: Muitas vezes o cálculo e apuração dos resultados para o Imposto de Renda pode se tornar uma tarefa complexa e trabalhosa. Para ajudar nesse processo, a Akeloo oferece uma Calculadora de Imposto de Renda para investimentos de renda variável, que calcula de forma automatizada todos os valores que precisam ser preenchidos na declaração anual, além de calcular e gerar os DARF’s que precisam ser pagos. Clique aqui e saiba mais.

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.