Peer-to-Peer (P2P) refere-se a uma rede distribuída de computadores que se comunicam entre si para compartilhar dados ou tarefas, de uma forma que duas ou mais partes possam negociar e concordar entre si, sem a necessidade de um agente externo para gerenciar essa comunicação e negociação.

Nesse modelo, todos os participantes são considerados iguais e gozam dos mesmos privilégios. O único requisito para acessar um sistema P2P – Peer-to-Peer é uma conexão com a internet e uma cópia do software (ou protocolo) utilizado. Os peers ou nós geralmente disponibilizam todos ou algumas partes de seus recursos para a rede na ausência de um servidor central, com o objetivo de processar as solicitações e gerenciar seus recursos e tarefas. Além disso, normalmente todos eles costumam ter a mesma cópia dos registros de contas e histórico de transações.

O P2P tem um significado especial no contexto de criptomoedas e blockchain. Por exemplo, o whitepaper do Bitcoin define seu protocolo como “A Peer-to-Peer Electronic Cash System” – uma referência ao envolvimento mutuamente benéfico e igual de todos os participantes da rede sem a necessidade de intermediários. E, de fato, o Bitcoin é um verdadeiro protocolo peer-to-peer que não depende de terceiros, com controle centralizado, para ser executado.

Dica da Akeloo: Muitas vezes o cálculo e apuração dos resultados para o Imposto de Renda sobre criptomoedas pode se tornar uma tarefa complexa e trabalhosa. Para ajudar nesse processo, a Akeloo oferece uma Calculadora de Imposto de Renda sobre operações de criptomoedas , que calcula de forma automatizada todos os valores que precisam ser preenchidos na declaração anual, além de calcular e gerar os DARF’s que precisam ser pagos. Clique aqui e saiba mais.

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.