Embora a tecnologia blockchain seja muito avançada, ainda existem inúmeras áreas a serem desenvolvidas. Um grande desafio, por exemplo, é sua interoperabilidade limitada. Isto significa que muitas blockchains não se comunicam entre si.

Daí surge a ideia da bridge (ponte): um protocolo que possibilita essa comunicação entre diferentes blockchains, através da cunhagem (mint) e queima (burn) de seus respectivos tokens nativos, viabilizando seu fluxo constante. A bridge funciona, portanto, como uma espécie de transição entre os diferentes protocolos. Quando um token é bloqueado em um blockchain, seu equivalente é cunhado no segundo blockchain, permitindo a interoperabilidade entre dois protocolos completamente diferentes. Uma grande vantagem surge com isso: a possibilidade de que ocorram transações mais rápidas em blockchains menos sobrecarregados.

Embora as pontes de blockchain geralmente visem conectar duas blockchains completamente diferentes, também há casos em que cadeias laterais são conectadas à blockchain de origem. Isso é feito quando os blockchains pai e filho estão operando em diferentes mecanismos de consenso. Uma conhecida ponte de cadeia lateral da blockchain Ethereum foi criada para hospedar o jogo Axie Infinity. A cadeia lateral chamada Ronin e a blockchain Ethereum original foram interligadas para que os usuários da blockchain Ronin possam usar tokens ERC-20 e NFTs depositados na Ethereum.

Há também o caso dos protocolos de stablecoins que estão predominantemente interessados ​​em criar pontes para seus blockchains para que possam expandir o número de redes que as suportam e podendo expandir assim os serviços que oferecem.

Enfim, as pontes Blockchain são extremamente valiosas ao permitir que os desenvolvedores deleguem tarefas e otimizem o desempenho de seus aplicativos. Enquanto alguns blockchains são melhores para lidar com transações mais rapidamente, outros protocolos são projetados para lidar com mais contratos inteligentes simultaneamente.

Dica da Akeloo: Muitas vezes o cálculo e apuração dos resultados para o Imposto de Renda sobre criptomoedas pode se tornar uma tarefa complexa e trabalhosa. Para ajudar nesse processo, a Akeloo oferece uma Calculadora de Imposto de Renda sobre operações de criptomoedas , que calcula de forma automatizada todos os valores que precisam ser preenchidos na declaração anual, além de calcular e gerar os DARF’s que precisam ser pagos. Clique aqui e saiba mais.

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.