O termo “altcoin” é usado para descrever qualquer criptomoeda que não seja o bitcoin – uma moeda digital alternativa. Sendo o bitcoin a criptomoeda original, qualquer criptomoeda criada depois é tratada como uma “alternativa” (Alternative Coin = Altcoin).

Em geral, a estrutura básica do bitcoin e de altcoins é semelhante. Ambos compartilham código e funcionam como sistemas peer-to-peer, além de ser como um computador gigante capaz de processar grandes quantidades de dados e transações ao mesmo tempo.

Mas, em alguns casos, as altcoins podem se tornar um método mais barato para transações digitais. Isso porque, tendo surgido depois, as altcoins procuram melhorar as limitações percebidas no bitcoin para estabelecer uma vantagem competitiva. Por exemplo, várias delas usam o método de consenso de prova de participação (PoS – Proof of Stake) para minimizar o consumo de energia e o tempo necessário para criar blocos e validar novas transações.

Ao se distinguir do Bitcoin dessa maneira, as altcoins criaram um mercado para si mesmas, atraindo investidores que esperam lucrar à medida que as elas conquistem mais tração e usuários.

Dica da Akeloo: Muitas vezes o cálculo e apuração dos resultados para o Imposto de Renda sobre criptomoedas pode se tornar uma tarefa complexa e trabalhosa. Para ajudar nesse processo, a Akeloo oferece uma Calculadora de Imposto de Renda sobre operações de criptomoedas , que calcula de forma automatizada todos os valores que precisam ser preenchidos na declaração anual, além de calcular e gerar os DARF’s que precisam ser pagos. Clique aqui e saiba mais.

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.