Logo Akeloo Nelógica
CALCULADORA DE IR
Início » Criptomoedas » O que são Utility Tokens e como negociar esses ativos 

O que são Utility Tokens e como negociar esses ativos 

Entenda o que são os utility tokens e confira dicas para negociar esse tipo de ativo com segurança 

Por Equipe Akeloo

Publicado em: 6/09/2021 às 13h35

Compartilhe

O que são Utility Tokens e como negociar esses ativos 

Você já ouviu falar de Utility Tokens? Esse é o nome dado a um tipo de moeda digital cuja finalidade, atualmente, não é servir como reserva de valor ou meio de pagamento, mas sim dar acesso a um serviço ou produto. 

Esses ativos operam de maneira descentralizada e são emitidos por um emissor próprio. Sendo assim, eles não estão necessariamente inseridos no sistema de mineração computacional utilizado pelas moedas digitais comuns como o Bitcoin

A negociação dos Utility Tokens acontece entre usuários ou através de corretoras especializadas. Seu valor é determinado pelo livre mercado e normalmente acompanha o crescimento de seu ecossistema. 

É comum encontrar esse tipo de ativo na forma de oferta em lojas. Especialistas acreditam que, no futuro, ele será predominante como meio de pagamento no varejo. 

Se você não sabe do que estamos falando, não se preocupe. Neste texto você encontrará os conceitos que envolvem esse ativo, como é feita a sua negociação e muito mais:

  • O que são Utility Tokens?
  • Como é feita a emissão desse ativo?
  • Como funciona a negociação? 
  • O que eu preciso saber antes de investir em Utility Tokens? 

O que são Utility Tokens?

Para início de conversa, você precisa entender o significado de Utility. Esta é uma palavra em inglês que pode ser traduzida como utilitário. No contexto das criptomoedas, quando associada a Tokens, ela ganha uma outra tradução: úteis. Ou seja, Utility Tokens quer dizer Tokens de utilidade. 

Mas o que são esses Tokens? Eles são criptoativos que ficam armazenados em uma Blockchain tecnologia que processa, registra e rastreia transações digitais – e que podem ser usados para adquirir determinados produtos ou serviços.

Sendo assim, eles não operam como instrumento de investimento no mercado financeiro e são comparáveis a programas tradicionais de fidelidade que as empresas oferecem a seus clientes. A partir deles, os compradores podem acessar benefícios como descontos e produtos exclusivos. Um exemplo de utility tokens são os fan tokens, usados por fãs que desejam ter voz ativa e exercer influência em decisões importantes de seus clubes do coração. 

Portanto, eles são ativos digitais que carregam informações online mas não são considerados ativos de investimento e são muito utilizados como instrumento de estratégias de marketing pelas empresas. 

Como é feita a emissão desse ativo? 

Os Utility Tokens, em geral, operam de maneira descentralizada. Isso quer dizer que eles não estão associados a uma instituição que regula a criação e a emissão dos ativos, podendo ser criados ou emitidos livremente.

Redes de Blockchain disponibilizam contratos digitais programáveis, os smart contracts, que simplificam a emissão desses tokens. 

Os criadores dos utility tokens definem sua quantidade máxima que ficará em circulação. Eles também têm o poder de definir os limites das transações e qual valor será atribuído a elas. Também é possível manter o código-fonte aberto para futuras alterações, ou então torná-lo imutável.

Diferente das moedas digitais como o Bitcoin, os Utility Tokens não precisam passar pelo processo de mineração computacional de resolução de códigos criptográficos, ficando assim à serviço e seguindo critérios conforme as necessidades do emissor. 

Em outras palavras, os tokens podem ser emitidos livremente no seu lançamento de forma única ou gradual de acordo com os objetivos do emissor.

Tudo sobre LCI e LCA

Ele, por sua vez, pode ou não optar pela mineração computacional, que cria mecanismos que obrigam os usuários a solucionar códigos computacionais. 

Como funciona a negociação?

A negociação de Utility Tokens pode ser feita por meio das exchanges — empresas que permitem transações com moedas digitais — ou diretamente entre os usuários e criadores. 

Especialistas no mercado financeiro aconselham a compra por meio das exchanges. As operações dentro dessas empresas são mais seguras porque a plataforma faz a intermediação entre vendedores e compradores. 

Nesse caso, para adquirir Utility Tokens é necessário abrir uma conta na exchange de sua escolha e fazer uma transferência. 

Depois disso, selecione o token e a quantidade desejada. Após realizar a compra, é necessário armazená-lo corretamente na carteira digital

Antes de partir para os negócios, não se esqueça que os Utility Tokens não funcionam como ativos de investimento normais. Ao contrário disso, eles são usados como forma de usuários terem acesso a produtos e serviços, como já explicamos no início do texto.

O que eu preciso saber antes de investir em Utility Tokens?

Se você pretende adquirir Utility Tokens, é necessário se certificar de que você está fazendo a escolha correta. Para isso, listamos abaixo algumas dicas que você precisa ter em mente antes de realizar a compra desses criptoativos. Confira: 

Pesquise sobre utility tokens

Antes de adquirir os Utility Tokens, é indispensável que você pesquise sobre o funcionamento do ecossistema desses ativos digitais. Você não vai querer comprar algo simplesmente por comprar. Então, antes de realizar a compra, procure saber as características do ativo desejado, as vantagens que ele oferece e como eles podem ser negociados caso no futuro você queira vendê-lo. 

Siga as regras

O meio em que os Utility Tokens estão inseridos não é relativo ao de investimentos comuns. Na verdade, eles servem como um meio para acessar produtos e serviços. Além de compreender como eles funcionam, preste atenção nas regras inerentes a esse ativo. Isso vai te ajudar — e muito! — a não ter surpresas no futuro.

Proteja seus criptoativos

As negociações feitas em ambiente online normalmente são de alto risco. Elas podem sofrer ataques de hackers ou estar em meio a vazamento de dados. 

Por isso, é essencial que você mantenha os seus criptoativos em segurança investindo em um bom antivírus para o seu computador, além de senhas fortes para cada um dos tokens. Essa é uma dica valiosa que vale não só para a compra de Utility Tokens como para qualquer operação financeira que você pretenda realizar na internet. 

Acompanhe os preços 

Como o preço dos Utility Tokens é determinado pela lei de oferta e procura, ele está sempre variando. Pode ser que hoje o valor esteja em alta, mas amanhã em baixa e assim por diante. Isso também está relacionado com o fato desses criptoativos operarem de forma descentralizada. Portanto, apesar de não ter um valor financeiro intrínseco, você pode aproveitar oportunidades para comprar os tokens por preços melhores.

Negocie através de exchanges

É possível adquirir Utility Tokens com outros usuários, no entanto, é mais seguro adquiri-los por meio das exchanges. Antes de escolher uma dessas empresas para apostar nesse criptoativo, considere a transparência nas informações e segurança da plataforma.

Conclusão 

Relativos em programas que procuram fidelizar consumidores, os Utility Tokens são tokens de utilidade que funcionam como uma moeda digital, porém sem o foco em ser um investimento financeiro, mas o acesso a um serviço ou produto

Esses criptoativos operam, normalmente, de maneira descentralizada, o que significa que eles não estão associados a uma instituição que regula sua criação ou emissão. Dessa forma, eles podem ser criados ou emitidos livremente. 

O que define o valor dos Utility Tokens é a lei da oferta e procura que, em geral, acompanha o desenvolvimento do seu ecossistema. A negociação deles pode ocorrer entre usuários, mas o mais recomendado é que ela seja feita por meio das exchanges. 

Esse tipo de ativo não é recomendado para quem procura ativos atrelados a valores monetários reais que tragam rentabilidade. Entretanto, eles podem ser uma boa opção para quem quer diversificar a carteira de investimento.

Agora que você já sabe o que são Utility Tokens e entende como negociar esses ativos, que tal aprender um pouco mais? Este texto explica como funciona o imposto de renda sobre criptomoedas.

Para aprender mais sobre o universo dos investimentos, não deixe de conferir o nosso Instagram e ver tudo que a Akeloo tem para te oferecer!

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.

Compartilhe