Logo Akeloo Nelógica
CALCULADORA DE IR
Início » Mercado Financeiro » O que é Swing Trade e como declarar no Imposto de Renda?

O que é Swing Trade e como declarar no Imposto de Renda?

O mercado financeiro contempla um conjunto enorme de estratégias de […]

Por Equipe Akeloo

Publicado em: 14/06/2022 às 8h48

Compartilhe

O que é Swing Trade e como declarar no Imposto de Renda?

O mercado financeiro contempla um conjunto enorme de estratégias de operação. Não existe somente um jeito de investir — e, se forem empreendidos com cautela e expertise, todos eles têm potencial para retornar rendimentos. Hoje a Akeloo vai te apresentar mais um desses jeitos de operar mercado: o swing trade.

Ao escutar a palavra “trade” (do inglês: troca, comércio ou negócio), pode ser que imediatamente venha à sua mente o day trade.

Um dos métodos de investir mais agressivos e, via de regra, praticado por investidores com dedicação exclusiva ao mercado de ações, o day trade se resume em operações de compra e venda de ações em ritmo acelerado — onde quem investe busca lucrar com variações de minutos nos ativos da Bolsa de Valores.

Apesar disso, será que os ganhos em investimentos de curto prazo ficam restritos apenas aos day traders?

Se você acha que sim, chegou a hora de conhecer o swing trade — estratégia de operação em renda variável que se localiza entre o day trade e os investimentos de longo prazo.

No decorrer do texto, ainda vamos expandir ainda mais a nossa conversa, mostrando ao leitor como declarar os rendimentos em swing trade no IRPF e acerca das faixas de isenção do imposto para investidores que aplicam nesta modalidade.

Neste artigo da Akeloo você vai aprender:

  • Com todos os detalhes, como funciona o swing trade e as principais diferenças desse investimento para o day trade e para o buy and hold;
  • O passo a passo de como declarar suas operações em swing trade nas fichas da DIRPF — a Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física;
  • Quais são os investidores que são desobrigados de cumprir com o IR sobre seus ganhos com swing trade.

Swing trade, buy and hold e day trade: qual é o seu jeito de investir?

Recapitulando nossa conversa: cada investidor tem uma maneira própria de operar no mercado de ações.

Por exemplo: existem investidores que preferem operar nos ciclos de alta do mercado — o Bull Market. Por outro lado, também temos aqueles que preferem operar as tendências de baixa — conhecido como Bear Market.

E não para por aí. Os investidores também podem ser divididos de acordo com o tempo que estão dispostos a esperar com suas posições em aberto e, enfim, transferir seus rendimentos da conta da corretora para sua conta bancária.

Abaixo vamos conhecer três deles.

Swing traders

O swing trade está dentro da esfera dos investimentos de curto e médio prazo. Ao realizar uma operação de swing trade, o investidor abre uma posição de compra ou venda de um lote de ações e a mantém por dias ou semanas.

São poucos os casos em que uma operação de swing trade demora mais do que um mês para se concretizar.

Para não sofrer com perdas e, na outra ponta, para não sair precipitadamente de uma operação — o que pode reduzir os lucros —, o swing trader monitora e examina com frequência a dinâmica e possível mudança de tendência do mercado.

Para tanto, o investidor deve estar sempre de olho no gráfico de preços das ações e no histórico de variação dos ativos.

Se você é leitor de longa data do Blog da Akeloo, com certeza já escutou por aqui: investir não é um exercício de futurologia. Todo investidor deve comprar ou vender seus papéis baseado em análises de mercado — tanto técnicas quanto fundamentalistas — para tomar as melhores decisões.

Examinar o mercado para reconhecer tendências. Esse é o segredo.

Agora que falamos sobre o investimento intermediário, vamos para os dois extremos: buy and hold e day trade — para compreender como essas operações se diferenciam do swing trade.

Holders

Se você é um fã de carteirinha de Warren Buffett, é muito provável que conheça o conceito. 

Buy and hold quer dizer, literalmente, comprar e segurar.

Empreendido pelos investidores mais pacientes, o buy and hold se fundamenta na aquisição de ações para manter na carteira por intervalos extensos, objetivando ganhar com oscilações de longo prazo.

Os holders — como são apelidados os investidores de buy and hold — se distinguem dos swing traders por basear suas decisões nos fundamentos das empresas e por sua disposição a esperar mais tempo para visualizar os resultados de suas aplicações.

Day traders

Inversamente proporcionais aos holders, os day traders miram os lucros de curtíssimo prazo. As operações em day trade são feitas e desmontadas em questão de horas — ou, muitas vezes, de minutos.

O day trade encontra algumas semelhanças com o swing trade. Uma delas é o enfoque nas análises gráficas — em ambos os investimentos, quem investe deve estar atento aos gráficos da Bolsa de Valores para entender quais ações estão se valorizando e quais estão perdendo valor.

Os swing traders, inclusive, também podem utilizar gráficos intradiários em suas análises — sendo estes uma das ferramentas indispensáveis na rotina de investimentos dos day traders.

O que muda é o recorte cronológico dos gráficos. Enquanto os gráficos de estudo dos day traders têm seu foco principal nos períodos de  1, 5, 10, 15, 30 e 60 minutos, o objeto de análise dos swing traders engloba prazos mais amplos — compreendendo dias e semanas.

Para além, enquanto no day trade as ações são compradas e vendidas dentro de um mesmo pregão, no swing trade as operações ficam abertas por mais tempo — como um método de, em tese, obter lucros maiores com um mesmo lote de ações.

Para todos os jeitos de investir, no entanto, é crucial mitigar suas perdas e proteger seus lucros. Programando ordens de Stop Loss e Stop Gain em seu Home Broker, esse processo se torna automatizado e muito mais simples — e a Akeloo já preparou um artigo sobre esse assunto. Clique aqui para conferir!

E como declarar o swing trade no Imposto de Renda?

Para estar em dia com suas obrigações, todo ano o investidor deve enviar a sua DIRPF — Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física — para a Receita Federal. E os lucros conquistados através de especulação em swing trade não fogem à regra.

Diferente de outras rendas, contudo, os ganhos com ações não são recolhidos por meio da DIRPF. Isso ocorre porque, mês a mês, o investidor com lucros mensais em volume de vendas superior a R$ 20.000,00 na Bolsa de Valores tem a responsabilidade legal de emitir e pagar o DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais).

A alíquota do IRPF cobrada mediante o DARF incide em 15% para operações comuns — com o swing trade inserido neste grupo — e em 20% para operações em day trade.

Segue agora o passo a passo de como você deve declarar o swing trade para o Leão:

Para declarar ações em sua carteira…

  • No programa da Receita Federal ➜ Vá até a ficha “Bens e direitos” ➜ Clique em “novo” para acrescentar uma ação ➜ Em “grupo”, selecione “03 – Participações societárias” ➜ Digite o código 01 (Ações) ➜ Complete com as informações solicitadas pela plataforma.

Para inserir as ações sob sua custódia no Imposto de Renda, fique atento: a declaração na ficha “Bens e Direitos” refere-se à posição dos ativos no último dia do ano-calendário em pauta.

Já para declarar os ganhos…

  • No programa da Receita Federal ➜ Selecione a ficha “Renda Variável” ➜ Vá até a aba “Operações Comuns/Day Trade” ➜ Complete com as informações solicitadas pela plataforma.

Existe isenção do Imposto de Renda para o swing trade?

Boas notícias! 

Se você obteve lucro em um mês em que suas vendas foram inferiores a R$ 20.000,00 com operações em swing trade, você está totalmente livre dos encargos do IRPF. A faixa de isenção é a mesma praticada para qualquer movimentação com ações na B3 que não seja realizada em day trade — para o qual não se prevê isenção do Imposto de Renda.

No entanto, mesmo que você não tenha que arcar com o IR, você deve informar os seus ganhos para a Receita Federal — subtraindo o custo de aquisição do valor obtido com a venda. Para isso:

  • No programa da Receita Federal ➜ Selecione a ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis” ➜ Vá até a linha 18 (Ganhos líquidos em operações no mercado à vista de ações) ➜ Complete com as informações solicitadas pela plataforma.

Conclusão

Qual a melhor abordagem  você considera para operar na Bolsa? Ao responder essa pergunta, o investidor pode indicar qual vai ser a sua estratégia de investimentos. Caso prefira enxergar os resultados no curto prazo, o swing trade pode ser a melhor pedida — uma vez que não exige dedicação exclusiva ao mercado e pode retornar rendimentos em dias ou semanas.

Como você também conferiu na segunda parte de nosso artigo, existem várias particularidades a serem levadas em conta na declaração de IRPF de um investidor Você sabia que a Akeloo é uma calculadora de Imposto de Renda pensada exclusivamente para quem investe?

E nossa plataforma ainda vai além, possuindo entre as suas funcionalidades a emissão de DARFs,  a criação de listas de operações e a importação de corretagem. Não perca mais tempo e venha conhecer os nossos planos!

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.

Compartilhe