Calculadora de IR em Bolsa
CALCULADORA DE IR
Início » Mercado Financeiro » Quais os principais riscos no mercado de ações e como não ser uma vítima

Quais os principais riscos no mercado de ações e como não ser uma vítima

Por Equipe Akeloo

Publicado em: 4/11/2021 às 11h48

Compartilhe

Quais os principais riscos no mercado de ações e como não ser uma vítima

Saiba mais sobre os riscos e descubra se o mercado de ações combina com seu perfil de investidor 

Todo investidor sabe que existem muitos riscos no mercado de ações. Investimentos em renda variável são imprevisíveis e exigem atenção redobrada. 

O preço dos ativos varia de acordo com as condições dos mercados nacional e internacional. Além disso, é impossível definir exatamente quanto será o retorno dos investimentos que, em alguns casos, podem até gerar prejuízo

Na renda variável, o retorno depende da diferença entre o preço de compra e o preço de venda do ativo e, via de regra, altos retornos potenciais carregam proporcionalmente altos riscos. Daí a importância de se ter ciência dos riscos envolvidos na busca pela máxima rentabilidade possível.

Para que você não seja surpreendido, preparamos este texto, no qual você encontrará quais são os principais riscos, como evitá-los e muito mais: 

  • O que significa correr riscos no mercado de ações? 
  • Quais são os principais riscos no mercado de ações? 
  • Como não ser uma vítima dos riscos no mercado de ações? 

O que significa correr riscos no mercado de ações? 

Antes de saber quais são os riscos no mercado de ações, é necessário que você entenda o que significa dizer que esse mercado está cheio de riscos. 

No mercado de ações, riscos significam incertezas. No mundo dos investimentos, os riscos são qualificados como sistemáticos ou específicos. 

Os riscos sistemáticos afetam o mercado como um todo, de forma ampla, diferente dos riscos específicos, que prejudicam somente uma parte do mercado, como um emissor ou um comprador, por exemplo. 

É importante ter em mente que os riscos não podem ser simplesmente eliminados. Eles podem ser gerenciados ou minimizados. Todo investidor em renda variável precisa conviver com os riscos e aprender a gerenciá-los da maneira correta. 

Quais são os principais riscos no mercado de ações? 

No mercado de ações, os riscos se apresentam de diferentes maneiras e ganham diversos nomes. Neste texto, você vai encontrar os principais:  

  • Risco da empresa 
  • Risco do mercado 
  • Risco dos juros 
  • Risco cambial
  • Risco da inflação 
  • Risco-país

Risco da empresa

O risco da empresa diz respeito à possibilidade da empresa que detém as ações quebrar enquanto possui ativos à venda no mercado de ações. Trata-se de um risco específico que é um dos maiores para quem decide investir em ações. 

Caso ele venha a se concretizar, ou seja, uma empresa com capital aberto abre falência, as ações perdem seu valor e o investidor tem uma perda total de seu investimento. 

Além de não ser possível eliminá-lo, já que a não-falência de uma empresa está totalmente fora do alcance dos investidores, o risco da empresa é irreversível. A partir do momento que ele se concretiza, é impossível que o investidor recupere sua perda. 

Mas fique tranquilo, a falência de uma empresa de capital aberto não é algo que acontece com frequência.

Risco de mercado 

O risco de mercado diz respeito à própria dinâmica do mercado financeiro de renda variável. Nele, as ações estão em constante movimento e seu preço tende a flutuar. 

Em alguns casos, o valor desses ativos pode cair e se manter assim por períodos prolongados e, por algum motivo, demorar muito tempo para recuperar seu valor anterior. 

O risco de mercado se concretiza quando o investidor vende suas ações por um preço abaixo do que comprou, o que gera prejuízo. Isso acontece quando o investidor precisa do dinheiro e vende as ações sem esperar que o valor dela volte ao “normal”. 

Esse tipo de risco pode ser sistemático ou específico. Em geral, trata-se de um risco sistemático. 

Diferentemente do risco da empresa, o risco de mercado não tem efeitos irreversíveis, já que as ações sempre podem recuperar seus valores anteriores. Ele só se torna irreversível se o investidor vender suas ações mesmo considerando o prejuízo.

Risco dos juros

O risco dos juros pode ser identificado quando há uma migração de recursos da renda variável, ou seja, o mercado de ações, para os investimentos de renda fixa, que são mais seguros por natureza. 

Isso acontece porque as taxas de juros sobem, o que se torna um incentivo para que os investidores coloquem seu dinheiro em ativos fixos. A consequência disso é a queda no valor das ações

Esse tipo de risco é completamente sistemático e reversível. No entanto, está fora do alcance dos investidores as oscilações nas taxas de juros.

Risco cambial

O risco cambial é bastante similar ao risco dos juros, já que as taxas de câmbio estão relacionadas com as taxas de juros.

Esse risco afeta principalmente empresas com forte atuação no mercado internacional. Isso porque as taxas de câmbio podem, conforme sua movimentação, ajudar ou atrapalhar empresas que atuam no comércio exterior.

Esse tipo de risco é específico e reversível. Mais uma vez, a reversibilidade dele está associada a um fator fora do alcance dos investidores. 

Risco da inflação 

O risco da inflação está associado ao processo de desvalorização da moeda em uma economia. Quando a inflação sai do controle, as pessoas perdem o poder aquisitivo e isso afeta a receita das empresas. Com a receita em baixa, o valor das ações tende a cair

Dessa forma, trata-se de um risco sistemático, já que ele acaba prejudicando o mercado como um todo.

Risco-país

O risco-país é o risco de uma empresa, segmento ou mesmo toda uma economia ser impactada por alguma decisão que ocorre a nível nacional. Ele abrange riscos políticos, institucionais e sociais. Ou seja, está associado a todo um contexto em que a empresa de capital aberto está inserida.  

No contexto do mercado de ações, o risco-país é considerado tanto sistemático quanto específico

Quando sistemático, ele está associado a uma decisão dentro de país que afeta todo o mercado financeiro. Quando específico, trata-se de uma decisão que impacta apenas um segmento da economia ou, em alguns casos, apenas uma empresa.

Como não ser uma vítima dos riscos no mercado de ações?

Os riscos no mercado de ações são uma realidade. Não há como simplesmente eliminá-los ou ignorá-los. Quando menos se espera, eles podem prejudicar a sua carteira de investimentos. 

Tendo isso em mente, a saída é se blindar de diversas formas possíveis para que, caso eles se realizem, você não seja vítima deles. 

Existem duas principais maneiras de gerenciar e minimizar os riscos no mercado de ações. 

O primeiro diz respeito à diversificação de sua carteira. No mercado de renda variável, o grande segredo é apostar em diferentes empresas na hora de adquirir ações. Isso vai te dar uma maior variedade e, caso um dos riscos se realize com uma porção dos seus investimentos, você tem o restante para continuar investindo. 

A segunda maneira de evitar riscos está relacionada à informação e pesquisa. É importante que você estude sobre a empresa que está investindo. Uma empresa maior, mais lucrativa e organizada tende a ser um porto seguro para quem pretende investir.

Conclusão 

Os investidores que entram no mercado de ações precisam ter em mente que os riscos desse ambiente são comuns e valem para todos que decidem adquirir ativos de renda variável. 

Esse universo é extremamente imprevisível. Para gerenciar melhor a sua carteira e evitar prejuízos, os investidores precisam estudar qual o melhor destino para seus dinheiro e aprender a diversificar os ativos que recebem o investimento. 

Agora que você já sabe quais são os principais riscos no mercado de ações e como não ser uma vítima deles, que tal aprender mais? Neste texto, está tudo o que você precisa saber sobre Imposto de Renda na bolsa.

Para aprender mais sobre o universo dos investimentos, não deixe de conferir o nosso Instagram e ver tudo que a Akeloo tem para te oferecer!

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.

Compartilhe