Calculadora de IR em Bolsa
TESTE GRÁTIS
Início » Mercado Financeiro » 7 livros sobre investimentos que você precisa ler

7 livros sobre investimentos que você precisa ler

Absorver ideias, analisar informações e fazer escolhas acertadas em seus investimentos: tudo isso se torna mais fácil com as leituras que vamos indicar neste artigo. Pronto para atualizar seu conhecimento sobre o mercado financeiro?

Por Equipe Akeloo

Publicado em: 30/11/2020 às 9h00

Compartilhe

7 livros sobre investimentos que você precisa ler

Mesmo que você não tenha o hábito de leitura, uma coisa é certa: os livros são uma maneira imbatível de se aprofundar no conhecimento de determinados assuntos. Quando se trata de investimentos, existe uma infinidade de publicações que podem ajudar quem deseja aprender mais sobre o tema, independentemente do nível de experiência no mercado financeiro. Criamos uma lista com os melhores livros sobre investimentos para você mergulhar de cabeça e se tornar um investidor ainda mais seguro. São leituras esclarecedoras e cheias de insights, para cativar desde os leitores mais ávidos até aqueles que costumam trocar os livros por podcasts, vídeos e outros formatos de conteúdo. Neste artigo, vamos falar sobre cada um dos 7 livros que todo investidor precisa ler. Pronto para conhecer nossas indicações?

O primeiro item dessa lista de livros sobre investimentos é uma espécie de “aquecimento”: antes de entrarmos de vez no mundo dos investimentos, é importante adotar uma mentalidade alinhada com seus objetivos financeiros.

A jornada de todo investidor precisa começar por uma mudança de mindset, sobretudo na relação com o dinheiro. Alguns hábitos podem se converter em grandes obstáculos, ainda que as circunstâncias sejam favoráveis. 

Neste livro, o autor T. Harv Eker apresenta uma série de crenças e questões que impedem as pessoas de ter pleno controle de suas finanças. Ele destaca 17 princípios que caracterizam a “mentalidade milionária”, mostrando como é possível alcançar resultados extraordinários ao colocar em prática o “arquivo da riqueza”.

“Os Segredos da Mente Milionária” é um bom ponto de partida para despertar o mindset de investidor e ter uma visão madura das finanças.

Autor de um dos maiores best sellers globais sobre finanças, Robert Kiyosaki conta a história de seu pai e do pai de seu melhor amigo, usando a narrativa para trazer lições sobre educação financeira, investimentos e construção de patrimônio.

Por se tratar de uma leitura fluida, sem muitos entraves ou termos técnicos, o livro se popularizou rapidamente desde que foi publicado, em 1997. O principal conselho dado pelo autor é investir em ativos como fonte de renda ao invés de depender financeiramente do salário. 

Kiyosaki também defende que pensar como um empresário na hora de administrar as finanças pessoais pode ajudar o leitor a gerar riqueza. Outro ponto é que o foco dos investimentos apresentados na publicação é direcionado para o mercado imobiliário, sem tanta atenção para a renda variável, por exemplo.

Os aprendizados são quase todos baseados na biografia do autor e beiram a autoajuda em alguns momentos, algo que contribui para que a obra soe um pouco rasa para alguns críticos. No entanto, há vários conceitos que podem ser aproveitados em “Pai Rico, Pai Pobre”, principalmente pelos leitores que ainda estão se acostumando com a ideia de “fazer o dinheiro trabalhar por você”.

“Investindo em Ações no Longo Prazo: O Guia Indispensável do Investidor do Mercado Financeiro” traz análises primorosas do autor Jeremy Siegel sobre tendências históricas e sua influência nos mercados atuais. 

A edição mais recente do livro apresenta a visão de Siegel sobre a quebra do mercado imobiliário americano e a crise econômica subsequente, além de elucidar os questionamentos mais comuns de quem quer investir em ações.

Tida por muitos como uma espécie de livro sagrado do buy and hold, a obra é clara e se aprofunda na medida certa nos temas propostos pelo autor. É, de fato, uma leitura indispensável para os que desejam ter bons resultados com renda variável no longo prazo.

Para Daniel Kahneman, a mente humana pode trabalhar de duas formas: a primeira é o pensamento rápido, mais intuitivo e emocional. A segunda é o pensamento devagar, movido pela lógica e pela deliberação. 

Partindo desses dois conceitos, o autor discute o processo de tomada de decisões e observa o efeito de emoções como o medo e a euforia sobre as escolhas que fazemos. Ao longo de 608 páginas, surgem diversos insights acerca dos mecanismos psicológicos que podem interferir em decisões importantes, sobretudo no que diz respeito aos investimentos.

O livro está repleto de questões relevantes, já que a jornada do investidor (especialmente os que atuam no Day Trade) é marcada por decisões que podem mudar o jogo a qualquer momento.

Apesar de ter sido escrito por um vencedor do Prêmio Nobel de Economia, a obra contém boas doses de psicologia cognitiva e pode parecer complexa para o leitor desatento — mais por suas reflexões desconcertantes do que pela linguagem e termos utilizados. 

A dica é começar a ler com a mente aberta para assimilar o que o autor diz e aproveitar ao máximo as ideias que têm o poder de transformar completamente sua forma de pensar.

Para falar de “O Investidor Inteligente”, bastaria dizer que ele é o livro sobre investimentos de cabeceira de ninguém menos que Warren Buffett. 

Mas vamos além: existe uma série de motivos que fizeram da obra um clássico entre os investidores, sejam eles discípulos de Buffett ou não. O próprio Buffett, aliás, foi fortemente influenciado pelo autor Benjamin Graham, de quem também foi sócio, atribuindo a ele a inspiração da sua abordagem de investimentos. 

Publicado pela primeira vez em 1949, o livro estabelece uma base sólida (mas igualmente densa) sobre conceitos que todo investidor deve conhecer: diversificação de investimentos, análise fundamentalista, investimento em valor, conhecimento de mercado, visão de longo prazo, entre outros. 

Não é uma das leituras mais leves sobre mercado financeiro, embora talvez seja a mais completa até hoje. Vale a pena ler e reler as lições de um dos maiores especialistas na Bolsa de valores americana.

Nassim Nicholas Taleb é um dos mais conhecidos analistas de riscos da atualidade. Especialista em incertezas e cenários improváveis, o americano de origem libanesa trata neste livro sobre investimentos a respeito do papel da sorte na vida das pessoas

Usando exemplos do mercado financeiro, Taleb ajuda o leitor a distinguir habilidades reais — como as de um trader experiente ou de um investidor com visão estratégica — de acontecimentos que são mera obra do acaso.

Com vasta bagagem acadêmica em Matemática, Estatística, Filosofia e Economia, o autor consegue condensar ideias de todas essas áreas em uma perspectiva que explica a aleatoriedade, mas sem soar técnico demais. É essa linguagem acessível que conquistou muitos de seus leitores, que também apontam “A Lógica do Cisne Negro” e “Antifrágil: Coisas que se Beneficiam com o Caos” como obras que merecem ser lidas.

Se Jeremy Siegel se tornou o guru dos investimentos a longo prazo, Max Gunther é o representante dos especuladores na bolsa. Isso porque o último livro da nossa lista é um prato cheio para quem não tem problema em fazer investimentos arriscados.

“Os Axiomas de Zurique” é uma obra baseada nas táticas utilizadas pelos banqueiros suíços para aumentar sua rentabilidade após a Segunda Guerra Mundial. O próprio Gunther era filho do gerente de um banco suíço em Nova York, então parte de suas análises vem da proximidade com este universo.

O livro expõe 12 dogmas principais e 16 secundários que nortearam as escolhas do grupo de investidores suíços nos quais a história é baseada. Apostando em várias frentes, eles obtiveram sucesso no mercado financeiro, apoiando-se nos princípios que o autor identifica como axiomas.

Direto ao ponto, a palavra-chave do livro é especulação, o que faz dele um favorito entre os investidores com perfil mais arrojado. Gunther incentiva o leitor a não ter medo de arriscar, priorizar o lucro e abandonar ações que não estão dando bons resultados

Em síntese, um pensamento praticamente oposto ao de quem investe no longo prazo, apesar de os pontos levantados serem válidos para todos os perfis, nem que seja apenas pela provocação.

Conclusão

A transformação digital trouxe à tona novos formatos e, consequentemente, novas formas de consumir conteúdo. Revistas e jornais impressos perderam espaço para suas versões digitais, assim como artigos em sites, newsletters, vídeos, podcasts e posts em redes sociais. 

Certamente você já pôde aprender bastante sobre investimentos com conteúdo disponível na Internet — e, claro, no blog da Akeloo —, mas os livros sobre investimentos continuam sendo ferramentas potentes para os investidores com sede de conhecimento.

A boa notícia é que a maioria dos itens dessa lista pode ser encontrada em versão digital. Além de mais práticos para os que preferem ler no tablet ou no computador do que no livro físico, os livros digitais costumam ser mais baratos que os impressos. Essa é mais uma dica da Akeloo para você cuidar bem das suas finanças.

Para mais dicas, continue acompanhando nosso blog e fique de olho nas novidades em nossas redes sociais!

Compartilhe

  • day trade

Guia Definitivo do Day Trade: aprenda a operar no curto prazo

O que é Day Trade? Como funcionam essas operações que ganham cada vez mais popularidade na internet? O que é preciso para se tornar um trader de sucesso? Preparamos um Guia Definitivo para responder a todas as suas perguntas sobre Day Trade!