Logo Akeloo Nelógica
CALCULADORA DE IR
Início » Investimentos » Investimento de longo prazo: entenda o que são e veja alguns exemplos

Investimento de longo prazo: entenda o que são e veja alguns exemplos

Conheça os principais exemplos deste tipo de investimento e saiba como ele funciona para aplicar em sua carteira

Por Equipe Akeloo

Publicado em: 28/04/2022 às 18h22

Compartilhe

Investimento de longo prazo: entenda o que são e veja alguns exemplos

Você já ouviu falar dos investimentos de longo prazo? Este é um tipo de investimento cuja aplicação tem um prazo de validade grande, normalmente acima de 10 anos. 

Essa modalidade de aplicação costuma ter uma boa rentabilidade, principalmente quando o investidor faz aplicações periódicas, alimentando o investimento com frequência. Contudo, é preciso ter paciência e disciplina, pois o tempo é um importante aliado deste tipo de ativo.

Muitas pessoas fazem uso desse tipo de investimento, mas poucas entendem como ele realmente funciona e quais as suas vantagens para a saúde da carteira de investimentos. 

Se você é uma delas, não se preocupe. Neste texto, você irá encontrar o que são de fato esses investimentos e, para ajudar na compreensão, elegemos os principais exemplos deles e muito mais:

  • O que são investimentos de longo prazo? 
  • Qual a vantagem dos investimentos de longo prazo? 
  • Quais são os principais exemplos de investimento de longo prazo?

O que são investimentos de longo prazo?

De acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), investimentos de longo prazo são aplicações em que o resgate do valor investido ocorre dentro de dez anos ou mais.

Isso significa que o dinheiro aplicado fica retido por um tempo pré-determinado e, apenas ao final desse período, é possível resgatá-lo. 

Esse tipo de investimento, bastante popular, é feito por quem procura segurança e espera que o valor aplicado sofra uma valorização ao longo dos anos. 

Dessa forma, é possível obter lucro por meio da venda de um determinado bem no futuro ou até mesmo usufruir dos rendimentos do investimento.

Qual é a vantagem dos investimentos de longo prazo? 

A grande vantagem dos investimentos de longo prazo é a rentabilidade. Comparado aos investimentos de médio (3 a 10 anos) e curto prazo (até 2 anos), esse tipo de aplicação tem maior chance de render bons resultados

Isso acontece principalmente quando o investidor reinveste seus ganhos e mantém uma periodicidade em suas aplicações. Neste caso, são os juros compostos que ajudam a aumentar a margem de lucro.

Além disso, um investimento de longo prazo pode até sofrer as consequências das oscilações diárias do mercado, mas isso não tem muito impacto direto no valor aplicado, já que ele só vai ser resgatado no futuro. 

Para obter sucesso com essa modalidade de investimento, é necessário um bom planejamento e organização. Afinal, o investidor precisa manter suas aplicações alimentadas sem comprometer gastos fixos mensais. 

Antes de decidir se esse tipo de investimento está de acordo com as suas expectativas enquanto investidor, avalie o quanto ele está alinhado com os seus objetivos, que podem ser, por exemplo, comprar uma casa, se aposentar ou fazer uma viagem. 

Vale lembrar que algumas instituições são mais rígidas em relação ao prazo de validade da aplicação, não permitindo que o dinheiro seja resgatado antes do vencimento

Isso pode ser tanto uma vantagem como uma desvantagem. Em ambos os casos, é importante que o investidor se organize para não precisar do dinheiro antes da data final da aplicação.

Quais são os principais exemplos de investimento de longo prazo? 

Existe uma série de investimentos de longo prazo disponíveis no mercado. Cada uma tem características e operam de maneira particular. 

Neste texto, você encontra seis exemplos de investimentos de longo prazo que podem te ajudar a escolher qual é a melhor opção para a sua carteira de investimento. Confira:

Tesouro direto

O tesouro direto é um tipo de investimento de longo prazo seguro e acessível. Com uma aplicação mínima de R$ 30, já é possível investir nele. 

Esta é a principal opção para quem deseja investir a longo prazo com baixo risco sem depender da poupança

Na prática, ele funciona como um empréstimo que o investidor faz ao governo federal comprando títulos públicos. Em troca, o investidor recebe o valor  investido com juros

No tesouro direto, quanto mais tempo o dinheiro fica investido, maior é a rentabilidade do título. Além disso, a retenção do Imposto de Renda cobrado também varia de acordo com o período da aplicação.

Bolsa de valores

Ao contrário do tesouro direto, investir na Bolsa de Valores apresenta um alto risco, já que se trata de um investimento de renda variável

Ainda assim, ela pode ser considerada uma boa opção de investimento de longo prazo, principalmente para aquelas pessoas que sabem analisar o comportamento do mercado e conseguem identificar as empresas com maior chance de valorização

Na prática, o investimento consiste em comprar ações e mantê-la na carteira sem se desfazer delas por possíveis oscilações que inevitavelmente acontecem. 

Esse investimento proporciona uma rentabilidade alta e oferece um risco igualmente alto. Por conta disso, ele é recomendado para investidores de perfil agressivo que já compreendem o mercado e estão preparados para lidar com os altos e baixos desse ambiente.

LCIs e LCAs

As LCIs e LCAs são letras de crédito imobiliário ou de agronegócio que os investidores podem adquirir como um investimento em renda fixa

Elas funcionam como um empréstimo que o investidor faz para alguma instituição e, em troca, recebe os juros em cima da aplicação. 

Apesar da baixa liquidez que esse tipo de investimento possui, elas podem oferecer resgates a partir de 90 dias da data da aplicação ou então exclusivamente na data de vencimento. 

Sua principal vantagem é a isenção no Imposto de Renda.

CDBs

Assim como as LICs e as LCAs, os CDBs funcionam como um empréstimo que os investidores fazem a uma instituição bancária. 

Trata-se de um investimento de renda fixa e com baixo risco. Ele traz segurança, principalmente, porque conta com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC)

Os investimentos em CDBs não são isentos do Imposto de Renda, mas há um desconto que segue uma tabela regressiva que inicia em 22,5%.

Quanto maior o prazo de vencimento das aplicações, menor a alíquota cobrada, podendo chegar a 15% para aplicações que duram mais de 720 dias.

Fundos imobiliários

Os fundos imobiliários são uma boa opção para quem quer investir no mercado imobiliário com segurança e sem ter a necessidade de comprar um imóvel próprio. 

Eles funcionam como um condomínio de investidores, gerenciado por um gestor que busca as melhores oportunidades do mercado para aplicar o dinheiro do fundo. 

O investidor pode comprar cotas na bolsa de valores e receber a distribuição dos rendimentos mensais, como se fosse um aluguel.

Investimento em empresas e startups

Existe a possibilidade de se  investir em empresas e startups através de plataformas online autorizadas pela CVM (Comissão de Valores Imobiliários).  

Apesar de ser um investimento de alto risco, ele também possui um potencial grande de retorno, uma vez que a startup ou a empresa alcancem o sucesso no mercado.

Conclusão 

Entender o que são os investimentos de longo prazo é fundamental para saber se eles se encaixam em seu perfil de investidor e também nos objetivos que você pretende alcançar no universo dos investimentos. 

Antes de decidir investir ou não neles, procure conhecer outras opções e entenda como elas funcionam. 

Gostou de saber o que é e conhecer alguns exemplos de investimentos de longo prazo? Se aprofunde no assunto por meio dos clubes de investimento.

Para aprender mais sobre o universo dos investimentos, não deixe de conferir o nosso Instagram e ver tudo que a Akeloo tem para te oferecer!

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.

Compartilhe