Logo Akeloo Nelógica
CALCULADORA DE IR
Início » Renda Variável » O que é e como funciona o Ibovespa Futuro?

O que é e como funciona o Ibovespa Futuro?

Entenda as principais vantagens do investimento no Ibovespa Futuro e descubra se ele está de acordo com o seu perfil de investidor

Por Helena Tonelli

Publicado em: 11/04/2022 às 19h29

Compartilhe

O que é e como funciona o Ibovespa Futuro?

Você já ouviu falar do Ibovespa Futuro? Trata-se de um investimento em renda variável cujos ativos estão associados ao Índice Bovespa.

Negociado no Mercado Futuro, esse tipo de investimento prevê uma estimativa de valor para o Ibovespa em uma determinada data de vencimento. 

Esses contratos futuros de índice podem ser comprados e vendidos de forma bastante parecida com as ações. Ainda assim, muita gente não entende como eles funcionam. 

Se você é uma delas, não se preocupe. Neste texto, vamos explicar o que é o Ibovespa Futuro, os detalhes de seu funcionamento, suas vantagens e muito mais: 

  • O que é Ibovespa? 
  • O que é Ibovespa Futuro? 
  • Como ele funciona? 
  • Quais são as principais vantagens 
  • Como investir no Ibovespa Futuro? 

O que é Ibovespa? 

Antes de entender o que é Ibovespa Futuro, que é o principal foco deste texto, você precisa compreender o que é o Ibovespa

O Ibovespa, também chamado de Índice Bovespa, é o principal indicador de desempenho das ações das empresas mais importantes do mercado de capitais brasileiro, negociadas na B3, a Bolsa de Valores do Brasil

Ele é formado a partir de determinados critérios e corresponde a cerca de 80% do número de negócios e do volume financeiro do mercado de capitais do Brasil.

O que é Ibovespa Futuro? 

O Ibovespa Futuro é um investimento de renda variável cujos ganhos e perdas estão atrelados à variação do Índice Bovespa. 

Trata-se de um derivativo negociado no Mercado Futuro, ou seja, quando o investidor o adquire, é negociada uma expectativa de valor que o índice terá em uma data futura – a data de vencimento. No caso do Ibovespa, esses resultados são medidos em pontos. 

Por exemplo: imagine que, em maio, o índice marcava cerca de 50.000 pontos. Nessa época, um investidor negociou um contrato futuro com vencimento em julho previsto em 70.000 pontos. 

Se no dia do vencimento do contrato o Ibovespa ainda estiver nos 50.000 pontos, o investidor perderá o dinheiro investido porque pagou por um contrato avaliado com um índice maior. 

No entanto, se o índice estiver marcando 80.000 pontos na data de vencimento, o investidor sai em lucro, já que negociou um contrato avaliado em 70.000. 

O Ibovespa Futuro é um investimento bastante volátil, portanto, de alto risco

Como funciona o Ibovespa Futuro?

No Ibovespa Futuro, o contrato é negociado de acordo com a expectativa que os investidores têm em relação ao Índice Bovespa. 

Esse tipo de investimento acontece no Mercado Futuro, ambiente dentro da Bolsa de Valores onde são negociados contratos de compra ou venda de ativos para uma data futura. 

Não é difícil de compreender como o ativo funciona. Na prática, trata-se da negociação do valor de um ativo para a realização no futuro

Essa data se torna, então, o vencimento do contrato, e é nela que o investidor saberá se obteve lucro ou não de acordo com as expectativas depositadas no investimento.

Investir nesse mercado requer a capacidade de fazer previsões sobre a economia ou análises técnicas do mercado

Mas é preciso estar ciente de que o Mercado Futuro é um ambiente extremamente imprevisível e volátil, no qual diferentes fatores podem interferir nos resultados que os investidores desejam obter.

Quanto à forma de negociação, o Ibovespa Futuro pode ser negociado de duas maneiras: em contrato cheio ou em mini contrato.

Contrato cheio

No contrato cheio, chamado oficialmente de Futuro de Ibovespa, o valor é calculado a partir dos pontos do índice, que equivalem a R$ 1 cada. 

Além disso, é imposta a quantidade mínima de cinco contratos por investimento.

Mini contrato 

Já no mini contrato, chamado oficialmente de Futuro Mini de Ibovespa, o valor também é calculado a partir dos pontos do índice, mas que equivalem a R$ 0,20 cada. 

Além disso, o lote mínimo é reduzido para apenas um mini contrato por investimento

Quais são as principais vantagens do Ibovespa Futuro? 

Agora que você sabe o que é e como funciona o Ibovespa Futuro, talvez já tenha dado para deduzir quais são as principais vantagens desse tipo de investimento. 

A principal é que esse tipo de investimento pode ser uma boa forma de se proteger contra a alta volatilidade da renda variável, isso porque colocar o seu dinheiro no Ibovespa Futuro talvez não lhe traga grandes lucros, mas pode sim evitar perdas

Outra vantagem desse investimento é a possibilidade de replicar o comportamento do Índice Bovespa sem precisar arcar com os custos de transação do mercado à vista na hora da negociação dos ativos. 

Além disso, com uma única operação o investidor pode ter alta liquidez sem precisar negociar ações individuais, o que poupa bastante tempo para quem está inserido no mercado de valores.

Como investir no Ibovespa Futuro?

Para investir no Ibovespa Futuro você precisa de uma conta em uma corretora de valores. Caso ainda não tenha, é necessário abrir uma. 

Dessa forma, você poderá planejar o investimento com a ajuda de profissionais com mais experiência de mercado. 

Depois disso, você precisa obter uma autorização para operar no Mercado Futuro

Muitas corretoras não liberam essa função logo de cara para seus clientes, uma vez que se trata de um ambiente cheio de especificidades no qual um passo em falso pode fazer um grande estrago na carteira de investimentos. 

A partir daí, o investidor precisa saber quais são os momentos mais apropriados para aplicar o dinheiro no Ibovespa Futuro. Essa é uma etapa importante que envolve estudo do mercado e também estratégias

O Ibovespa Futuro é um investimento em renda variável, ou seja, é considerado de alto risco. Dessa forma, ele é recomendado apenas para aqueles investidores com perfil arrojado, que não se preocupam em se arriscar. 

Além disso, é um tipo de investimento que demanda um olhar amplo não só para o mercado de valores, mas também para o cenário econômico nacional como um todo. Portanto, ele é indicado para investidores experientes que sabem o que estão fazendo. 

Conclusão 

O Ibovespa Futuro não é um investimento qualquer. Seus ganhos e perdas são atrelados à variação do Índice Bovespa e o contrato de compra só é realizado em uma data futura, determinada no ato da compra. 

Apesar de ter potencial de ótimos rendimentos e altos níveis de alavancagem, ele é um tipo de investimento de alto risco, portanto é recomendado para aqueles investidores experientes e arrojados que contam com reservas de emergência gordas no banco. 

Antes de pensar em investir neste ativo, certifique-se que essa é a melhor decisão para o seu perfil de investidor e para sua carteira. 

Caso seja, é importante que você invista em uma corretora de valores de confiança e através de plataformas de qualidade, mantendo-se bastante atento ao comportamento do mercado e da economia em geral

Gostou de saber o que é e como funciona o Ibovespa Futuro? Siga a Akeloo nas redes sociais para conhecer mais conteúdos como este.

Para aprender mais sobre o universo dos investimentos, não deixe de conferir o nosso Instagram e ver tudo que a Akeloo tem para te oferecer!

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail

Não se preocupe, não enviamos spam.

Compartilhe